Avançar para o conteúdo principal

Quem é o Espirito Santo?

Com aprovação eclesiástica, tirado da pagela da autoria do Pe. Oliveiros de Jesus Reis).

Todos os Cristãos foram baptizados em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, todos ouviram falar nas Três Pessoas da Santíssima Trindade, mas muitos há que, não sabem quem é o Espírito Santo em que foram baptizados.

Para ajudar a esclarecer o papel do Divino Espírito Santo na nossa vida sobrenatural de baptizados, eis porque me decidi a escrever estas páginas. E, fazendo-o, obedeço a uma inspiração do Alto pois a Sagrada Escritura diz:
«Toda a boa obra e todo o dom perfeito vem do Alto, descendo do Pai das luzes, no qual não há mudança nem sombra de variação». (TIAG.1,17). Uma das graças que o Divino Espírito Santo comunica às almas, que especialmente O invocam, é fazer-lhes ver a brevidade da vida e o nada deste mundo.

Quem é o Espírito Santo?

Deus é Uno em Essência e Trino em Pessoas. Sempre, desde toda a eternidade, Deus único é Pai, é Filho, como é o Espírito Santo. Tão eterno e tão infinitamente Poderoso e Bom, Justo e Misericordioso é o Pai como é o Filho, como é o Espírito Santo. O Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus, mas não são três deuses – mas sim Três Pessoas distintas dum só Deus único e verdadeiro.
Isto é um mistério, pois a nossa razão o aceita porque Deus, Suprema Verdade, o revelou embora o não possamos compreender por Deus ser Infinito e nós termos só uma centelha da sua inteligência. Fomos criados á Sua imagem e Semelhança, mas não somos iguais a Ele.

Só a religião Católica, a que foi divinamente inspirada por Deus, possui mistérios, pois tem a Deus por Autor que nos quis revelar algo da Sua Vida íntima. As religiões falsas, criadas pelo homens inspirados por Satanás, para servir os seus erros e paixões, não têm mistérios, dão-nos só aquilo que o diabo e os homens podem dar, vão até onde eles podem ir e, embora nos ensinem algum bem, misturam a Verdade com o erro.

A Santíssima Trindade, diz o 4º Concilio de Latrão, é incompreensível e inexplicável. Mas podemos por meio de comparações, chegar a alguns conhecimentos muito úteis dos mistérios, diz o 1º Concilio do Vaticano.
Desde toda a eternidade, Deus vê-se no espelho da Sua Divindade e gera uma Imagem consubstancial de Si mesmo (HEB. 1,3) e esta imagem é o Seu Filho eterno. O amor recíproco do Pai e desta Imagem consubstancial, que é o Filho, é o Espírito Santo. Esta é as explicações que deram Sto. Agostinho, Sto. Anselmo e são Tomás de Aquino. É comum dizer-se que o Pai criou o mundo, que o Filho salvou os homens, e que o Espírito Santo é o Santificador. O Pai não tem origem nem procede de Pessoa alguma, mas o Filho procede eternamente do Pai, e o Espírito Santo procede eternamente de Uno e de Outro.
…a Igreja proclama: Glória ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo. O Credo, as bênçãos, …exprime a sua crença na Essência Una de Deus e na Sua Trindade de Pessoas.

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Oração Nossa Senhora do Desterro

Imprimir e dobrar.

ROSARIO DOS AFLITOS

NOSSA SANHORA MÃE DOS AFLITOS, NOSSO AUXILIO, NOSSO IMEDIATO CONSOLO.
«Terei compaixão dos filhos que rezarem este rosário nas horas aflitas. Darei o meu auxílio e o meu imediato consolo.»


COMO REZAR O ROSARIO DOS AFLITOS.

Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amem.

Invocações ao Espírito Santo

Vinde Espírito Santo, Amor do Pai e do filho, visitai-me e enchei o meu coração com a vossa divina graça, fazei que a minha alma seja para sempre a vossa morada e o meu corpo vosso sagrado templo, ajudai-me a ser fiel á graça de Deus e inflamai-me no fogo do vosso amor, agora e sempre. Amem.

Oração do Credo

Creio em Deus Pai, Todo-poderoso, criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo, seu único filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu á mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado á direita de Deus Pai Todo-Poderoso de onde há-de vir a…

Pai-nosso pequenino

Pai-nosso pequenino,
Quando Jesus era menino
Tinha as chaves do paraíso.
Quem lhas deu,
Quem lhas daria?
Foi a Virgem Santa Maria.
Cruz no monte,
Cruz na fonte,
Nunca o diabo nos encontre,
Nem de noite, nem de dia,
Nem ao pino do meio-dia.
Já os galos pretos cantam,
Já os Anjos se levantam,
Já o Senhor subiu à cruz.
Arcas Santas bem fechadas,
Viva o Corpo de Jesus.
Ámen.