Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Mãe, não quero nada.

Vim apenas te ver. Não leves a mal que eu esqueça os pedidos que me fizeram para eu te fazer. Não é egoísmo, Senhora, e a prova é que não farei também nenhum pedido para mim, nem desejo serenar-me, contemplando teu rosto sereno. Em nome de todos os homens que vivem te suplicando, em nome de todos os irmãos que já se aproximam de ti de mãos estendidas, deixa que eu esqueça um momento o vale de lágrimas, nossa miséria de mendigos, nossa pobreza de criaturas, nossa tristeza de pecadores, para saudar-te, Rainha dos Anjos Virgem-Mãe de Deus! Bendito seja o Criador de tuas mãos sem mancha por onde passa toda a luz que tomba sobre a escuridão dos homens! Bendito seja o Criador de teu olhar boníssimo que tem o dom de acender a esperança nas almas desalentadas, nos corações em desespero, à beira do abismo, do irremediável, do fim! Bendito seja o Criador de tua sombra suavíssima pois já notei, Mãe querida, que basta a tua lembrança, o teu perfume para …
Mensagens recentes

Á sua conversão

“…Quebraram-se, meu Deus, as pedras duras;  Mostrou o sol e lua sentimento;  E não vossas humanas criaturas!  Eu só, meu Redentor, vos atormento!  Eu fiz os vossos cravos, cruz, e lança,  Por obra, por palavra, e pensamento…  E Vós encheis minh’alma de esperança  Com tão claros sinais de piedade,  Que quase já não sei temer vingança.  (…)  A alma, que em vossas mãos presa se entrega Não tem de que temer, nada recêa, A névoa deste mundo não na cega. Nas lágrimas de dor, em que semeia,  Colhe suave fruito de alegria,  Saudoso da sua terra alhêa.”27
Frei Agostinho da Cruz

Prisioneiro do amor

“Quero fixar minha morada nas sombras do santuário com o prisioneiro do amor!  Ah! Para a Hóstia minha alma aspira. Eu a amo e não quero mais nada.  É o Deus escondido que me fascina ”…
 (Santa Teresinha do Menino Jesus)

EM NOME DO SENHOR!

Em nome do Senhor desceu do Céu Rodeado de anjos, um celeste Serafim... Ao sentir o seu celeste toque em mim... Subi até à eternidade sem lhe ver o fim... Lá no celeste Trono dos anjos do Amor Senti como me curavam toda a minha dor... Quando despertei deste lindo sonho.... Achei o mundo ainda mais medonho... Eu não queria ficar mais por aqui... Eu só queria voltar, nas asas, do Celeste Serafim... Mas para subir para aquela Celeste Dimensão... Tenho ainda muito que sofrer e aprender... Para purificar a minha alma no meu coração Para um dia chegar merecer viver... Numa daquelas Celestes moradas de Deus !!!
Autor-Milaydomingues

Poema de São Tomás de Aquino

Eu te adoro com afeto, Deus oculto, que te escondes nestas aparências.
A ti sujeita-se o meu coração por inteiro e desfalece ao te contemplar.
A vista, o tato e o gosto não te alcançam, mas só com o ouvir-te* firmemente creio.
Creio em tudo o que disse o Filho de Deus, nada mais verdadeiro do que esta Palavra da Verdade.
Na cruz estava oculta somente a tua divindade, mas aqui se esconde também a humanidade.
Eu, porém, crendo e confessando ambas, peço-te o que pediu o ladrão arrependido.
Tal como Tomé, também eu não vejo as tuas chagas, mas confesso, Senhor, que és o meu Deus; faz-me crer sempre mais em ti, esperar em ti, amar-te.
Ó memorial da morte do Senhor, pão vivo que dás vida ao homem, faz que meu pensamento sempre de ti viva, e que sempre lhe seja doce este saber.
Senhor Jesus, terno pelicano**, lava-me a mim, imundo, com teu sangue, do qual uma só gota já pode salvar o mundo de todos os pecados.
Jesus, a quem agora vejo sob véus, peço-t…

Sequência - mês das almas

(Fecho do mês de Novembro, dedicado ás almas do purgatório)

Ò triste dia em que o mundo Deverá ser abrasado, Por David profetizado Com um juízo profundo!...
Ah! Quanto temor então Causará a toda a gente Ver ali um Deus presente, Julgando a mais leve Ação!...
Nas profundas sepulturas, Soando um eco fatal, Ao Divino Tribunal Chamará as criaturas.
Da morte com susto eterno Quem ressurgir tem de ver, Que lá vai a responder Ao grande Juiz Eterno.
Aberto o livro selado, Em tudo esta escrito, Onde o mais leve delito Do mundo há de ser julgado.
Sobre Seu trono de gloria, Estará o Juiz presente. Fazendo a todos patente De seus crimes a memoria.
Mas a quem meu peito impuro Buscará em tanto aperto, Quando apenas por acerto O justo estará seguro?...
Ó tremenda Majestade, Qua quando os homens salvais, Tudo de graça lhes dais, Salvai-me pois por piedade.
Lembrai-vos Jesus amado, Que ao mundo por mim vieste; Não fique quanto me deste, naquele dia frustrado.
Por me buscardes, Senhor, Descansaste fat…

Santa Teresinha do Menino Jesus e da Santa Face

" Nada é pequeno se feito com amor..."

AS DORES DE MARIA

Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra — (Lc 1,38).
Estas palavras revelam a plena entrega de Maria à vontade de Deus para o gozo ou para a dor, ou seja, para a glória ou para a ignomínia. A sua resolução está decidida: servir a Jesus, ou dando-O à luz no presépio de Belém, ou assistindo à sua morte no monte Calvário. Maria, aceitando a dignidade de Mãe de Deus, associou-se a Jesus na grande obra da Redenção e ofereceu-se para a carregar com todas as consequências que tal dignidade lhe impunha. Como mãe, partilhou a sorte do Filho, que foi também o sofrimento. Teve, por isso, a sua Paixão e o seu Calvário, e uniu as dores de Jesus às próprias dores. A segunda fonte das dores de Maria foi o ter sido testemunha ocular da Paixão de seu Filho, sem poder prestar-Lhe o menor serviço que o aliviasse das suas penas. As revelações de alguns Santos dizem que, se Maria não assistiu corporalmente às várias cenas da Paixão do Salvador, como a da flagelação e a da coroa…

As Rosas do Reino Glorioso (rezar em 14 Setembro)

As Rosas do Reino Glorioso O terço da renovação para ser recitado nas contas normais do terço mariano (1 de Junho de 2003)
Nossa Senhora disse: "Eu vim para oferecer a você e todo o mundo, um outro grande presente das mãos do Pai Eterno. É um presente de alegria para todos os corações que receberam o Reino de Deus, e também um presente do verdadeiro arrependimento para todos aqueles que o recebem com esperança.
Este é o presente de rosas ... Reino Glorioso

Recebê-lo de mim, pois os homens serão benditas mãos de quem a recebe.
Esta oração deve ser dito para acolher a Festa do Reino Glorioso à meia-noite 13-14 de Setembro; e para fechar naquele dia em 14 de Setembro, às 11:00 horas, antes de beijar a cruz, à meia-noite.
A oração deve ser cantado e oferecido com adoração, luz de velas (12 velas), para receber o Espírito do novo Pentecostes ".

Invocação do Espírito Santo
Vinde, Espírito Santo! Enchei os corações dos vossos fiéis. E acendei neles o fogo do vosso amor. V: Enviai o vosso Espíri…

A importância da limpeza das árvores genealógicas

O Divino Mestre na ciência da Cruz.

1º Lição: Não devemos escolher as cruzes, devemos aceitar as que Deus nos dá. No dom da minha Cruz não queiras escolher; Eu sei melhor que tu quanto podes sofrer.
2º Lição: Não devemos arrastar a cruz, mas leva-la aos ombros. Não devemos envergonharmos dela, mas gloriar-nos. A minha santa Cruz, se pesada te for, não busques outra coisa, é por falta de amor.
3º Lição: Não devemos levar a cruz com ostentação, mas humildemente. Da minha Cruz abate o teu querer, sofrendo o peso seu sem te ensoberbecer.
4º Lição: Não devemos ir adiante, mas atrás. Ao alto do Calvário em vão te elevarás, se sobes lá sem Mim, tu não me agradarás.
5º Lição: Para levar a cruz como cumpre, é necessário não perder Jesus de vista. Se queres não temer agruras da jornada, vem, segue o teu modelo à Divina morada.
6º Lição: Devemos levar a cruz todos os dias, sem nunca a largarmos. Na jornada da dor caminha sem cessar, que todo o teu sofrer Eu sei-o avaliar.
7º Lição: Não devemos diminuir nem cortar nada à cruz. Em vão ten…

Compaixão da Virgem na morte do Seu filho Jesus

Minha alma, por que tu te abandonas ao profundo sono? Por que no pesado sono, tão fundo ressonas? Não te move à aflição dessa Mãe toda em pranto, Que a morte tão cruel do FILHO chora tanto?
E cujas entranhas sofre e se consome de dor, Ao ver, ali presente, as chagas que ELE padece? Em qualquer parte, que olha, vê JESUS, Apresentando aos teus olhos cheios de sangue.
Olha como está prostrado diante da Face do PAI, Todo o suor de sangue do seu corpo se esvai. Olha a multidão se comporta como ELE se ladrão fosse, Pisam-NO e amarram as mãos presas ao pescoço.
Olha, diante de Anás, como um cruel soldado O esbofeteia forte, com punho bem cerrado. Vê como diante Caifás, em humildes meneios, Aguenta mil opróbrios, socos e escarros feios.
Não afasta o rosto ao que bate, e do perverso Que arranca Tua barba com golpes violento. Olha com que chicote o carrasco sombrio Dilacera do SENHOR a meiga carne a frio.
Olha como lhe rasgou a sagrada cabeça os espinhos, E o sangue corre pela Face pura e bel…